Neymar, Cavani e Mbappé superam Messi, Suárez e Neymar

Neymar, Cavani e Mbappé superam Messi, Suárez e Neymar

Compartilhar é se importar!

Neymar, Cavani e Mbappé superam Messi, Suárez e Neymar

Neymar, Cavani e Mbappé superam Messi, Suárez e Neymar. O supertrio de ataque formado por Messi, Suárez e Neymar fez história no Barcelona durante três temporadas. Foi entre o meio de 2014 e o meio de 2017. O ponto final do MSN aconteceu em agosto passado, quando o craque brasileiro trocou o time catalão pelo Paris Saint-Germain. Mas essa mudança possibilitou o surgimento de outro trio de respeito, uma vez que Neymar agora tem a seu lado Cavani e Mbappé na França. E os números colocam o “MCN” lá em cima.

O trio de ataque do PSG completou 10 jogos no último domingo. Cavani e Neymar marcaram e decidiram a vitória por 2 a 1 sobre o Monaco fora de casa, pelo Campeonato Francês. Contando as partidas em que começaram juntos no time titular, os três marcaram impressionantes 27 gols: 11 de Neymar, 11 de Cavani e cinco de Mbappé. Foram nove vitórias e um empate.

Neymar, Cavani e Mbappé

O início arrasador gera enorme expectativa para o futuro. Mais ainda porque o MCN superou o começo do MSN. Nos primeiros 10 jogos de Messi, Suárez e Neymar juntos na equipe titular do Barça, eles marcaram 23 gols: 14 do argentino, seis do brasileiro e apenas três do uruguaio. Foram oito vitórias e duas derrotas, justamente nas duas primeiras partidas. Depois o trio deslanchou de vez e alcançou números absurdos. O MCN terá trabalho para repetir o MSN, mas está no caminho.

O maior protagonismo de Neymar no PSG em relação ao Barcelona fica claro, principalmente pelo aumento do número de gols. O lado negativo para ele é que não encontrou no trio de Paris a mesma amizade que tinha com Messi e Suárez – adotou Mbappé como pupilo, mas chegou a ter problemas de relacionamento com o camisa 9 por conta das cobranças de

pênalti e falta. Só que isso não tem interferido dentro de campo.

Compartilhar é se importar!

Deixe um comentário

Your email address will not be published.